Traficante devolvido: toma que o filho é teu

Não funcionou o civilizado expediente de matar a facadas uma paraguaia que foi visitá-lo na prisão em Assunção, utilizado pelo traficante Marcelo Piloto para tentar evitar a extradição.

Ele acabou de ser entregue à PF brasileira, em Foz do Iguaçu.

O presidente do Paraguai disse que o seu país não vai virar a terra da impunidade.

O futuro do Brasil: venha discutir com DIOGO MAINARDI, MARIO SABINO, CLAUDIO DANTAS e convidados. AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 100 comentários
  1. Ele achou que estava no Brasil, que iria levando com liminares, discussões se é a turma ou o plenário que decide a questão, recursos até a última instância etc. Mas se ferrou, estava no Paragua

  2. Disseram pro cara que deveria espancar a garota, deixar algumas marcas…e assim ele seria processado e responderia no Paraguai. O terror de vir ao Brasil de Bolsonaro levou-o ao extremo: matou a moç

  3. Consta que a assassinada era uma garota de programa argentina!!! E por que a Ossário e outras defensoras feminazis não se manifestaram??? E a OAB??? Um sujeito desses tem perspectiva de “recuperaç

  4. Péssima frase do Presidente do Paraguai Pois se não fosse pra virar terra da Impunidade , tendo matado um cidadã paraguaia em Solo Nacional AÍ É QUE ELE DEVERIA SER TRANCAFIADO POR LÁ COM FORÇ

    1. O Presidente paraguaio queria aplicar a maior pena possível ao criminoso: deixá-lo aonde ele MENOS queria ficar. Aqui, ele será morto como sua advogada. Lá, sempre haveria mais uma moça pra matar

  5. O Paraguai é também vítima da criminalidade brasileira. Grande parte da produção e tráfico de drogas de lá para cá é coisa de brasileiros. E temos idiotas, como o tal Boechat, que não sabe d

    1. Não, prova alguma ! O mais provável é que a moça tenha se lançado em cima da faca dele diversas vezes seguidas!

    1. Não tenho a menor dúvida, Flávio. Mas esbarra em “princípios” religiosos, que influenciam este povo atrasado. Em razão desta influência, inúmeros problemas sociais ocorrem e SEMPRE ocorrerão

  6. Deverímos ter um programa de reciclagem de bandidos no Brasil, igual a desmonte de carros batidos. Doação de orgão “saudáveis” e o resto para produção de adubo. Tudo ecológico.

  7. Ainda tem retardado, que se diz de Direita, defendendo liberação de drogas. Deve ser maconheiro também. Vai no Uruguai ou na Holanda e vê que maravilha esses países estão depois da liberação.

    1. O problema é que se liberar, depois de um certo tempo os impostos sobre os produtos serão tão altos que valerá a pena continuar cobrando dos traficantes. O famoso “Custo Brasil” É o que penso.

    2. Péssimo argumento, eu nunca vi ninguém roubar e matar para manter o vício do álcool ou do cigarro, mas as drogas sim. Eu também nunca vi donos de bares se matando para acabar com a concorrência

    3. Não sou usuário e sou a favor de liberar…tem drogas piores legalizadas: álcool, cigarro e essas drogas pagam impostos, logo pagam parte do tratamento de doenças advindas dessas drogas…

  8. Imaginem a tranquilidade agora do advogado que aconselhou matar a menina pra fugir da extradição! Mal sabe o bandido que será julgado no Brasil por mais esse crime cometido no Paraguai…

  9. Essa m&#@ de Constituição feira por advogados, para advogados, não premite trabalhos forçados!! Tem muita brita por aí precisando do carinho de gente assim, isso causaria muito mais pavor que a m