ACESSE

Tudo que é sólido se desmancha no ar

Telegram

No ano passado, um prédio em chamas desabou no centro de São Paulo. Neste ano, foi a vez de dois prédios desmoronaram no Rio de Janeiro e um em Fortaleza.

Em abril, dois prédios caíram em Muzema, na zona oeste da cidade, deixando 24 mortos. De acordo com a prefeitura do Rio, as construções eram irregulares e já haviam sofrido duas interdições. 

Rafael Gomes da Costa, Renato Siqueira Ribeiro e José Bezerra de Lima, conhecido como ‘Zé do Rolo’, acusados de serem os responsáveis pela construção e vendas dos apartamentos, foram presos. 

A polícia também investiga o envolvimento de milícias no ramo imobiliário da região.

Em outubro, um prédio residencial de sete andares desabou em uma área nobre de Fortaleza. Nove pessoas morreram.

Um vídeo gravado por um dos moradores no dia anterior ao desabamento mostrava as condições precárias das colunas de sustentação do edifício. A prefeitura informou que o prédio não tinha registro,foi construído de forma irregular — e passava por uma reforma com critérios muito duvidosos.

A polícia do Ceará abriu inquérito para investigar as causas do desabamento, mas até o fechamento desta retrospectiva a perícia ainda não havia sido concluída.

A PF concorda com Lula: Lulinha é um "fenômeno" dos negócios... Mais aqui