UPPs registram 8 mil tiroteios nas favelas do Rio

Nos últimos cinco anos, as favelas ocupadas por UPPs no Rio registraram uma média de quatro tiroteios por dia, relata O Globo.

De janeiro de 2014 a setembro de 2018, foram 8.175 trocas de tiros entre policiais e criminosos.

A unidade que registrou mais tiroteios no período foi a da Nova Brasília, no Complexo do Alemão, com 539 confrontos envolvendo agentes da UPP.

Brasil, 2019 — O seu guia para compreender o ano que vai sacudir a nação (e sobreviver a ele) AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Cleide disse:

    QmFydWxoaW5ob3MgZGUgTmF0YWwuIE11aXRvIGFwcm9wcmlhZG9zIHBhcmEgYSBkYXRhLiBFaXRhLg==

Ler comentários
  1. Hoddock disse:

    RGFtYXNjbyBlaCBUb3JvbnRvIGNvbXByYWRhIGNvbSBvIFJpbyBkZSBOb2plaXJvLiAgROljYWRhcyBkZSBnb3Zlcm5vcyBiYW5kaWRvcyBlIHZhZ2FidW5kb3MuLi4gTuNvIGThIHBhcmEgY3VscGFyIG8gUFQgbmVtIG8gUHNvbCA=

  2. Osvaldo disse:

    R3Jh52EgYSBkZXVzIHF1ZSBlc3RlIGUgcGVzc29hbCBlIHJ1aW0gZGUgdGlyby4uLg==

  3. Nova disse:

    TGliZXJlbSBsb2dvIGFzIGFybWFzIHF1ZSBvcyBiYW5kaWRvcyB0b2RvcyBzZXLjbyBtb3J0b3MgZSBhY2FiYSBhIHN1cGVybG90YefjbyBkb3MgcHJlc+1kaW9z