salvar

Saadi atribui salto de produtividade na PF do Rio a operações contra corrupção

Durante o período em que Ricardo Saadi chefiou a Polícia Federal no Rio de Janeiro, a superintendência no estado saltou da 24ª para a 4ª posição no índice de produtividade operacional da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor).

O salto foi informado hoje pelo delegado em depoimento no inquérito que apura a interferência de Jair Bolsonaro na PF...

Ver mais