Todas as notícias sobre: coluna

salvar

Gastamos dezenas de vezes mais com eles do que com os nossos filhos. E eles são para sempre

Quanto custa a democracia, um valor universal? A repórter Helena Mader, da Crusoé, responde à pergunta em reportagem publicada na edição desta semana da revista. Os números são espantosos, como mostra o trecho abaixo (comentarei na sequência):

Segundo a Associação Contas Abertas, que monitora os gastos de dinheiro público, o funcionamento da Câmara e do Senado custa 30,7 milhões de reais por dia ao contribuinte. “A democracia não tem preço, mas o custo do Congresso é muito elevado”, afirma Gil Castello Branco, fundador e secretário-geral da entidade. Para chegar a esse valor, foram somados os orçamentos da Câmara e do Senado para 2021 – respectivamente 6,4 bilhões e 4,7 bilhões de reais. Os dados fazem parte do projeto de Lei Orçamentária Anual enviado pelo Ministério da Economia no mês passado.

Levando em consideração os gastos com os salários e com a estrutura exclusivamente à disposição dos deputados, cada uma das 513 excelências da Câmara custa até 189 mil reais por mês – um total de 1,1 bilhão de reais por ano...

Ver mais
salvar

O “Dia D” contra a Covid-19 vai inaugurar oficialmente a “ciência bolsonarista”

Jair Bolsonaro e Eduardo Pazuello, o ministro da Saúde que já era antes de sê-lo, vão promover no dia 3 de outubro um "Dia D" contra a Covid-19, nas unidades básicas de saúde. De acordo com o Estadão, o objetivo é divulgar orientações sobre o que julgam ser o tratamento precoce da doença, inclusive com a distribuição do que já está sendo chamado de "kit covid". Ele é composto de hidroxicloroquina , azitromicina e ivermectina. Todos remédios que se mostraram inúteis contra a doença...

Ver mais
salvar

A pior notícia é que Bolsonaro diz o que as pessoas querem ouvir

Jair Bolsonaro é um completo irresponsável com a saúde pública, a sua atitude diante da pandemia é a de um sociopata, mas a pior notícia é outra: ele diz exatamente o que a maioria dos brasileiros pensa a respeito de distanciamento social e uso de máscara. Pensa e age. Passados sete meses desde o início da quarentena à la Brasil, um número crescente de cidadãos vem passando a viver como se nada houvesse -- nem quase 4,5 milhões de pessoas que já foram infectadas, nem mais de 135 mil mortos. Como previsto, estamos gradativamente abolindo a pandemia por decreto e pensamento mágico infantil...

Ver mais
salvar

A verdadeira reforma do Judiciário seria uma autofaxina

Advogados merecem proteção especial da Constituição. No artigo 133, está escrito: "O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei". Advogados têm ainda quase uma reserva de mercado, por meio do quinto constitucional. O artigo 94 prevê que "um quinto dos lugares dos Tribunais Regionais Federais, dos tribunais dos Estados, e do Distrito Federal e Territórios será composto de membros do Ministério Público, com mais de dez anos de carreira, e de advogados de notório saber jurídico e de reputação ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos de representação das respectivas classes". A proteção dada pela Constituição é justificável -- o papel do advogado é, no sistema jurídico, tão essencial quanto os de juiz e promotor...

Ver mais
salvar

Você acha que o Brasil é uma nação de verdade?

Há um ano, publiquei na Crusoé um artigo intitulado "O que é uma nação". O mote foi a notícia de que Dilma Rousseff havia sido recebida na Sorbonne, em Paris, como "ilustre cidadã". Deixe-se a petista para lá --  o que interessa, principalmente neste 7 de setembro, é o que um ilustre cidadão de verdade, o francês Ernest Renan, disse na mesma Sorbonne, em 1882, sobre o conceito de nação, assunto do meu artigo:
“Uma nação é, assim, uma grande solidariedade, constituída pelo sentimento de sacrifícios que fizemos e daqueles que estamos ainda dispostos a fazer...

Ver mais