coronavírus

Com os primeiros vestígios aparentes no final de 2019, a pandemia do Coronavírus isolou e trouxe estado de emergência para centenas de cidades em todo mundo.

Esta página reúne as principais notícias sobre a doença infecciosa viral respiratória COVID-19, provocada pelo agente Novo Coronavírus (SARS-CoV-2), no Brasil e no mundo, além de informações em tempo real sobre a pandemia.

Entenda os riscos, tratamentos e o que se sabe sobre o vírus que vem tirando milhares de vidas em nosso país.

De olho nos sintomas e na transmissão do Coronavírus

Os sintomas da COVID-19 tendem a variar de pessoa para pessoa. Entretanto, os mais comuns são febre, tosse e fadiga. O vírus é transmitido facilmente pelo ar e pode até ser confundido com uma gripe forte em seus primeiros sintomas.

Sua transmissão acontece por meio de tosse ou espirro, contato pessoal próximo, como aperto de mão e abraços e contato com objetivos e superfícies contaminadas. Análises indicam que animais, mesmo não desenvolvendo o vírus, podem passá-lo para humanos.

A melhor prevenção é o isolamento e distanciamento social, uso de máscara, lavagem frequente de mãos e uso de álcool em gel. Em caso de dúvidas ou sintomas, o local de atendimento mais próximo de você deve ser procurado.

Ira para página 2: https://www.oantagonista.com/brasil/pagina/2/
Leia as últimas notícias
Leia as últimas notícias
Leia mais notícias sobre Covid-19
Assista a mais vídeos

Caso Ford: a luta em prol do capitalismo continua, companheiros

Enquanto Jair Bolsonaro trocava o presidente da Petrobras para tentar subsidiar os preços do combustível com o dinheiro dos acionistas da empresa, a  Justiça do Trabalho confirmava ontem a liminar que proibiu a Ford de demissão coletiva dos trabalhadores da fábrica em Taubaté. A montadora também foi impedida de se desfazer dos seus bens e máquinas até que a negociação coletiva chegue ao final...

Ver mais

No circo populista, Paulo Guedes foi estatizado por Bolsonaro

A intervenção de Jair Bolsonaro na Petrobras é truculenta, inquestionável e irresponsável. Agora, diante da óbvia repercussão negativa da troca de presidente da empresa, com as ações da Petrobras despencando, o dólar em alta e o risco país disparando, tenta-se remendar o estrago com um discurso que só não faz rir porque é de chorar: o de que o presidente da República não quer intervir no preço dos combustíveis...

Ver mais
Assista a mais opiniões
TOPO