salvar

Criminalização da homofobia põe em alerta pastores e padres que recusam casar gays

Apesar de isentar religiosos que pregam contra a prática homossexual, a decisão do Supremo de aplicar a lei antirracismo para penalizar a homofobia ainda preocupa pastores e padres que se recusam a celebrar casamentos gays.

Isso porque a lei contra o racismo pune com 2 a 4 anos de prisão quem "impedir ou obstar, por qualquer meio ou forma, o casamento ou convivência familiar e social"...

Ver mais