salvar

Movimentos leais a Evo prometem defender “vitória” do presidente

Com a contagem dos votos das eleições na Bolívia interrompida pelo Tribunal Superior Eleitoral, movimentos sociais leais ao governo de Evo Morales prometeram hoje defender o que seria uma vitória do presidente no primeiro turno. Eles convocaram uma manifestação para amanhã e falaram em bloquear estradas e "tomar ações para defender a democracia".

"Eles ganharam cargos na máquina estatal e receberam verbas de fundos públicos ao longo de vários anos. Como devem lealdade ao governo, esses grupos costumam aparecer quando são requisitados em momentos de crise", diz à Crusoé o cientista político boliviano Carlos Cordero...

Ver mais