salvar

O Brasil não precisa de um golpe

Mario Sabino, na Crusoé:

"Diante do que veem no Judiciário e Legislativo, alguns brasileiros sentem-se tentados a concordar com a súcia que prega intervenção militar, o encarceramento de ministros do STF e o fechamento do Congresso. Não vou surrar Winston Churchill, com a sua frase sobre a democracia ser o pior dos regimes, excetuados todos os outros já experimentados. Serei mais pragmático. Golpe militar no Brasil só foi bem-sucedido quando contou com o apoio da maior parte da classe média, de grandes banqueiros e empresários e de circunstâncias internacionais favoráveis, como a Guerra Fria, em 1964. Nada disso existe neste momento, apesar dos esforços da súcia nas redes sociais..."

Ver mais
salvar

Quem mudou foi Jair Bolsonaro

Mario Sabino, na Crusoé:

"Peço desculpa pela autorreferência, mas é para lembrar os leitores que nem eu nem esta revista — ou O Antagonista — mudamos. Ao contrário de certa imprensa, reconhecemos imediatamente a legitimidade de Bolsonaro como candidato e tentamos explicar os motivos compreensíveis que levaram 57 milhões de brasileiros a votar num político profissional que se vendia como novidade. [...] Ele continua a ser o tosco de sempre, mas agora com o agravante de ter rasgado os compromissos que assumiu durante a campanha. O presidente eleito para tirar a política das páginas policiais está fazendo o seu contrário..."

Ver mais