salvar

Como deixar de ser “emergente” e entrar na “realeza”

Por Mario Sabino - Publicado originalmente em 24.11.17, na nossa newsletter

Outro dia, em Paris, minha segunda cidade por motivos familiares, eu estava sentado num café, juntamente com a minha mulher, enquanto esperava que o alfaiate do bairro costurasse a barra de uma calça dela e desse o veredicto sobre um pulôver meu esburacado por traças (o pulôver teve a morte decretada, assim como o Danton da estátua da calçada em frente)...

Ver mais