salvar

O depósito ainda não esclarecido na conta da futura primeira-dama

No dia 5 de dezembro, o Estadão revelou que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou uma movimentação “atípica” de R$ 1,2 milhão na conta do policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz, que trabalhou até outubro como motorista e segurança do deputado Flávio Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro.

Entre as movimentações, uma chamou mais atenção: o depósito de um cheque no valor de R$ 24 mil na conta da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro...

Ver mais