Diretora de associação de delegados diz discordar de Segovia

Telegram

Na posse de Fernando Segovia, o Antagonista ouviu também Tânia Prado, a diretora da Associação dos Delegados da Polícia Federal em São Paulo.

Tânia disse a Diego Amorim discordar do novo diretor-geral da PF no que diz respeito à “falta de harmonia” entre a instituição e o Ministério Público. Mesmo com divergências, diz ela, o sistema funciona bem, “tanto que a Lava Jato alcançou um número elevado de prisões”.

Assista à entrevista clicando no vídeo abaixo.

Comentários

  • aparecido -

    A mer.da do regime socialista é que todos querem governar e meter o bedelho.. Cada Juizinho quer governar.. Veja o barrosinho do STF.. quer ser rei do Brasil e fazer todas as leis...Alguém diga a essa moça que es.ta mer.da de PF tem um diretor geral que responde por ela.. Ela que fale isso para ele, o diretor geral.....e cumpra suas obrigações profissionais...nala além disso.. Foi contratada para trabalhar e não para dar pitacos no chefe...Ou acaba com esta zona ou jamais vamos ser um pais decente...

  • Claudio -

    Se a vovó estivesse viva diria ......... O Temer colocou a raposa para tomar conta do galinheiro ... O sujeito mal foi empossado e já saiu atirando em defesa dos corruptos da mala dos R$ 500 mil ... A mala em disparada é apenas a parte visível do crime mas sabemos que o grosso não apareceu ainda e será abafado a todo custo ... Resta à população continuar antenada neste assunto e os vários integrantes honestos da PF continuarem o seu bom trabalho contra a corrupção que tanto sufoca o país e seu povo.

  • Creso -

    Essa diretora da associação de sua entidade está é com medo do Temer na reforma da Previdência igualar à todos na aposentadoria porque no Brasil quem mais trabalha é o que menos ganha para privilegio de uma casta indiano.

Ler 23 comentários