"Sou puta": deputada do PSOL declama poema na tribuna da Alesp e colegas reagem

Na tarde de ontem, a deputada estadual de São Paulo Isa Penna, do PSOL, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para declamar o poema “Sou puta, sou mulher”, de Helena Ferreira.

O deputado Douglas Garcia (PSL), que divulgou o momento do discurso da colega no Twitter, disse que pedirá a cassação do mandato da psolista por quebra de decoro parlamentar.

A deputada Valéria Bolsonaro (PSL) e o presidente da Casa, Cauê Macris (PSDB), também reagiram.

Comentários

  • Leonardo -

    Não ocorreu a ninguém pedir um aparte e sugerir a ela que informasse logo o celular e quanto cobra pela "prestação do serviço"?...

  • marianomonkey -

    Eu sou do tempo em que as pessoas tinham mais vergonha de confessar certas coisas...

  • Goretti -

    Ainda bem que ainda existe algum sensato! Pois uma sem respeito desta qualidade deve ir para longe de uma tribuna! Que País é este? Acha que tudo pode. Mas são características destes esquerdas o d

Ler 183 comentários