ACESSE

VÍDEO - Quando Toffoli defendia a prisão de condenados em segunda instância

Telegram

O procurador da República Helio Telho relembrou no Twitter uma entrevista de Dias Toffoli à repórter Luiza Muzzi, do Portal O Tempo, publicada no Youtube em 28 de fevereiro de 2016, em que o atual presidente do Supremo Tribunal Federal se dizia desde sempre defensor da execução da pena antes de recursos a STJ e STF.

“Eu sempre tive comigo que não era necessário aguardar o recurso especial junto ao Superior (Tribunal) de Justiça nem o extraordinário junto ao Supremo Tribunal Federal.”

No ano passado, O Antagonista já havia chamado a atenção aqui para essa mudança de entendimento de Toffoli.

Na entrevista de 2016, Toffoli citava o caso do ex-senador Luiz Estevão (que interpôs 36 recursos em 17 anos), para alertar sobre a possibilidade de prescrição de crimes em razão de chicanas protelatórias e ainda destacava que os tribunais superiores não julgavam se os crimes aconteceram ou não, se o réu era culpado ou não, mas apenas se o processo ocorreu dentro da legalidade.

Vale a pena ver de novo:

VÍDEO: Quando Toffoli defendia a prisão em 2ª instância

"O Supremo não tem podido dar à sociedade brasileira a segurança jurídica, que é seu dever primordial." LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 72 comentários