A herança de Dias Toffoli

A herança de Dias Toffoli
Arte: O Antagonista

Antes de deixar a presidência do STF, Dias Toffoli decidiu arquivar todos os inquéritos que tiveram como base a delação do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

No PAPO Antagonista desta quarta-feira, Felipe Moura Brasil comentou a decisão do ministro, detalhada em reportagem da Crusoé.

Leia mais: Exclusivo: a máquina de lobby da Odebrecht teria sido usada, com a anuência de Toffoli, para ajudar na aprovação do nome dele para o Supremo
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários
TOPO