ACESSE

A Semana em 5 Pontos: o duro combate contra a 'gripezinha'

Telegram

Confira os principais destaques desta semana, também em vídeo abaixo, em cinco pontos:

1) A semana começa com Jair Bolsonaro tendo publicado ontem à noite a MP 927, que muda as normas trabalhistas durante a pandemia de Covid-19.

A medida provisória permite a suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses, período no qual o empregado deixa de trabalhar e o empregador interrompe o pagamento de salários.

O governo federal deve anunciar novas medidas ao longo da semana, na tentativa de diminuir os danos econômicos causados pela pandemia.

2) O Ministério da Saúde tem evitado falar em projeções, mas nesta semana a a tendência é que a curva de novos casos — e de mortes — aumente consideravelmente.

Governos e Prefeituras que ainda não anunciaram medidas mais drásticas provavelmente também vão aderir ao fechamento de estabelecimentos, mantendo funcionando apenas serviços essenciais.

O isolamento social, por enquanto, é a única forma de tentar conter o rápido avanço do novo coronavírus.

3) Acompanharemos a postura do presidente da República diante da pandemia.

Nos últimos dias, Jair Bolsonaro insistiu em um discurso mais brando em torno do avanço da doença — que ele chamou de “gripezinha” — e fez duras críticas às atitudes que estão sendo tomadas pelos governadores.

A expectativa é que o governo federal anuncie uma série de medidas nos próximos dias, não apenas no campo econômico.

4) Os dados mais atualizados do Ministério da Saúde mostram que o Brasil tem 1.546 casos do novo coronavírus e 25 mortes.

Há todo um esforço para que a rede de saúde se prepare para os dias mais duros que ainda teremos pela frente. Em São Paulo, estádios de futebol começaram a ser adaptados.

A principal orientação continua sendo a quarentena. Há uma maior preocupação com os idosos.

5) No Congresso, é provável que nesta semana comecem a funcionar os plenários virtuais, permitindo, assim, as votações remotas de projetos importantes neste período de pandemia.

Também crescem entre lideranças partidárias as discussões em torno de eventual suspensão das eleições municipais de outubro e da destinação do dinheiro do fundo eleitoral para o combate à Covid-19.

Bom dia e boa semana (e aguente firme, vai passar).

Leia também: CORONAVÍRUS: AMEAÇA À SAÚDE. E À ECONOMIA.

Comentários

  • Carlos -

    Vai dar o cu , maconheiro desgraçado!!

  • Antonio -

    Deixem vcs do ANTAGONISTA de falar em “gripezinha” , essa conotação do presidente foi em resposta irônica é braba à provocação de uma repórter da GLOBO em ocasião diferente. Eu sou assinante. 🤫

  • LUCIANA -

    Engraçado né Antagonista, na época da “marolinha” do luladrão a mídia não deu essa conotação, sei que na época vocês não existiam, mas com certeza não teriam dado tanta ênfase naquilo 😡😡😡

Ler 13 comentários