A Semana em 5 Pontos: tensão na CPMI, Lula em Brasília e o destino de Coutinho

Diego Amorim nos conta, também em vídeo, o que podemos esperar desta semana, em 5 pontos:

1) A semana começa com atenções voltadas para a CPMI das Fake News.

O presidente da comissão, senador Angelo Coronel (PSD), pretende pautar todos os requerimentos que ainda não foram analisados. Entre eles, os que pedem a convocação de Carlos Bolsonaro, Lula e Dilma Rousseff.

Lava Jato coloca a lupa sobre os negócios de Lulinha, que agora é alvo preferencial das investigações. CONFIRA

Na quarta-feira, serão ouvidos dois ex-chefes de Hans River do Rio Nascimento na empresa de marketing digital Yacows, investigada por disparos de mensagens em massa na corrida presidencial de 2018.

2) Amanhã, terça-feira, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidirá se manda de volta para a cadeia o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho.

Coutinho é alvo da Operação Calvário, que investiga uma organização criminosa suspeita de desviar 134,2 milhões de reais de serviços de saúde e educação.

No fim do ano passado, o ex-governador chegou a ser preso, mas acabou sendo solto dois dias depois pelo ministro Napoleão Nunes Maia Filho.

No plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), os ministros poderão julgar na quinta-feira uma ação que trata do plano de desinvestimento da Petrobras.

3) Na quarta-feira, Lula estará em Brasília para depoimento na Justiça Federal, no âmbito da Operação Zelotes.

Será o primeiro depoimento do ex-presidente depois que ele deixou a cadeia.

Lula é acusado de participar de um esquema de venda de medidas provisórias em benefício de montadoras de veículos.

4) No Executivo, Jair Bolsonaro dará posse amanhã ao general Walter Braga Netto no Ministério da Casa Civil.

Onyx Lorenzoni assumirá o Ministério da Cidadania, no lugar de Osmar Terra, que, por enquanto, retornará ao seu mandato de deputado federal.

5) No Congresso, Davi Alcolumbre prometeu se reunir nesta terça-feira com líderes partidários para tratar de vetos ao Orçamento de 2020.

Está em jogo, por exemplo, como mostramos, o controle de 30,1 bilhões de reais em emendas neste ano de eleições municipais.

Na comissão especial da Câmara que trata da prisão de condenados em segunda instância, haverá nesta terça-feira audiência pública com Felipe Santa Cruz, presidente da OAB.

No Senado, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) poderá votar na quarta-feira a chamada PEC dos fundos, que permitirá ao governo usar o dinheiro hoje retido em fundos públicos e vinculado a áreas específicas.

Bom dia e boa semana.

Ouça também na versão podcast.

Comentários

  • Luiz -

    NO CARNAVAL IN ITÁLIA: CHE GUE PAPA...DAVVERO VERO

  • Luiz -

    CPI DAS FAKE NEWS É UMA FAKE NEWS, TEATRO E PALANQUE PRAH ESQUERDALHA GOSMA, CUSPE, RANHO DA SOCIEDADE..

  • AILTON -

    Imprensa gosta do LULA. Roubava e repassava uma pedaço para a mídia.

Ler 5 comentários