Bolsonaro curtiu discurso de André Mendonça no STF; Gilmar não

Bolsonaro curtiu discurso de André Mendonça no STF; Gilmar não
Reprodução/STF

No julgamento de hoje, sobre a proibição de cultos e missas na pandemia, André Mendonça disse que os cristãos estão “dispostos a morrer para garantir a liberdade de religião e de culto”.

“Os verdadeiros cristãos não estão dispostos, jamais, a matar por sua fé. Mas estão sempre dispostos a morrer para garantir a liberdade de religião e de culto”, disse, ao defender a liberação de cultos e missas coletivas.

Jair Bolsonaro gostou do discurso e compartilhou em suas redes. Gilmar Mendes não. No final de seu voto, disse:

“Com as devidas vênias, ainda que qualquer vocação íntima possa levar à escolha individual de entregar à vida pela sua religião, a Constituição não parece tutelar um direito fundamental à morte, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO