Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Com dificuldade de assumir a derrota, Paulo Teixeira fala em "nova rodada de diálogo"

O autor da PEC da Vingança, que momentos antes da proclamação do resultado estava certo da aprovação, ainda acredita em outra votação da proposta
Com dificuldade de assumir a derrota, Paulo Teixeira fala em “nova rodada de diálogo”
Reprodução/TV Camara

Após a derrota da PEC da Vingança no plenário da Câmara, o deputado petista Paulo Teixeira, autor da proposta, disse acreditar que ainda será possível votar o texto original.

“Faltaram 11 votos só”, disse ele, em entrevista à TV Câmara.

O relatório do deputado Paulo Magalhães (PSD-BA) recebeu 297 votos favoráveis e 182 votos contrários. Eram necessários, no mínimo, 308 votos para aprovar a proposta de emenda constitucional.

A PEC 05/2021 foi apresentada em março por Teixeiracom o apoio de outros 184 deputados. A proposta foi levada por Lira diretamente ao plenário, sem apreciação prévia em comissão especial e em mais uma tratorada do atual presidente da Câmara. Hoje, da tribuna, minutos antes da proclamação do resultado, Teixeira, bastante feliz, dizia que o Parlamento teve “coragem” de tratar do tema.

Agora, ele fala em necessidade de “uma nova rodada de diálogo, um novo acordo”.

“Houve uma máquina de propaganda de fake news. (…) O Ministério Público criou um clima nacional contra a PEC 5”, disse.

Para Teixeira, o sistema de votação remoto, ainda em razão da pandemia, fez com que “muitos acabassem não se encorajando para votar” a favor da PEC.

Assuma a derrota, deputado.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO