Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Não se pode criminalizar a política", diz André Mendonça

Segundo o indicado ao STF, não se constrói uma democracia sem política; ele afirmou também que delação premiada não é elemento de prova
“Não se pode criminalizar a política”, diz André Mendonça
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Indicado por presidente Jair Bolsonaro para uma vaga no STF, André Mendonça (foto), em um aceno a senadores durante sua sabatina na CCJ, afirmou que não irá criminalizar a política.

“As generalizações são péssimas, os prejulgamentos não se podem aceitar. Não se pode criminalizar a política”, afirmou.

No entender de Mendonça, “não se constrói uma democracia sem política”. O indicado também afirmou que delação premiada não é elemento de prova.

“E eu não posso basear uma convicção com base em delação. Delação não é acusação. Eu entendo que o combate à corrupção deve ser feito respeitando direitos e garantias, os fins não justificam os meios. Precisamos respeitar a política e podemos melhorar”, disse.

De acordo com Mendonça, o país está em um processo de desenvolvimento e é preciso se colocar no lugar das pessoas, “para evitar cometer injustiças”.

Na prática, com esse discurso, Mendonça reforça a narrativa dos críticos da Lava Jato, que acusam a operação de ter denunciado investigados com base apenas em delações.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....