Deputados recuperam fala de Eduardo Bolsonaro a favor do 'orçamento impositivo'; assista

Em meio a uma nova tensão entre governo e Congresso, deputados favoráveis à derrubada do veto 52 à lei orçamentária de 2020 — entenda aqui — recuperaram a fala do deputado Eduardo Bolsonaro durante a votação, em 26 de março do ano passado, da PEC que tornou obrigatória a execução de emendas coletivas no Orçamento.

Na ocasião, o filho 03 do presidente elogiou Rodrigo Maia e afirmou:

“É uma pauta que, quando Jair Bolsonaro era deputado federal, ele e eu somos (sic) favoráveis, que vai trazer independência para este plenário, independência para os colegas deputados federais. Então, de maneira nenhuma se trata de uma reforma do governo. Trata, sim, de uma relação harmônica dos Poderes.”

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

É exatamente o discurso dos que querem que o Congresso tome do Executivo o controle de parte do Orçamento — estão em jogo R$ 30,1 bilhões em emendas neste ano de eleições municipais. Durante a votação dos vetos à lei orçamentária, prevista para a próxima semana, parlamentares usarão esse vídeo para sustentar que a família Bolsonaro — e, consequentemente, o governo — é a favor do pleito.

Na semana passada, o general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), desabafou contra as “chantagens” do Congresso. Ele disse: “Nós não podemos aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo. Foda-se”.

Assista ao vídeo com a declaração de Eduardo Bolsonaro:

Comentários

  • egidio -

    As existência de emendas impositivas já um absurdo. Agora, os chantagistas querem mais. E se os patetas eram favoráveis, podem ter mudado de opinião. A única finalidade é meter a mão na grana.P

  • Jose -

    será q a mídia esqueceu que ela não tem mais o poder de controlar as pessoas? parece q não, a unica coisa q vcs estão fazendo é criando o ambiente favorável aos militares... soh isso...

  • Marcelo -

    Eduardo não é o Presidente...nem o Vice...ao menos até 2026!

Ler 85 comentários