MOMENTO ANTAGONISTA: 'POR ORA, GLENN'

Assista ao comentário de Claudio Dantas sobre como a inovadora liminar de Gilmar Mendes garante imunidade penal a Glenn Greenwald e veda ao próprio Ministério Público acesso à Justiça.

E ainda: os bastidores da “dança das cadeiras” na Esplanada e a estranhíssima delação de Sergio Cabral, homologada por Edson Fachin.

Curta e compartilhe.

Comentários

  • Silva -

    O último presidente que perseguiu os funcionários públicos foi FHC. Desde então o PSDB não ganhou uma!

  • Sonia -

    ATÉ QUANDO ALCOLUMBRE ENGAVETADOR DO DEM ,VAI SEGURAR A LAVA TOGA E A PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA ?

  • Angelo -

    Obter dados sigilosos por meios ilícitos de pessoas e divulgá-los é crime em qualquer lugar do mundo. No Brasil, os criminosos tem a proteção do STF e é por isto que está desmoralizada.

Ler 32 comentários