“O que aconteceu em Manaus não serviu de exemplo”, diz infectologista

“O que aconteceu em Manaus não serviu de exemplo”, diz infectologista
Foto: Reprodução/O Antagonista

Em entrevista ao Papo Antagonista, o chefe do serviço de infectologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Eduardo Sprinz, alertou para o colapso iminente do sistema de saúde da cidade.

“Nós estamos em xeque. A combinação explosiva do excesso de mobilidade mais a pouca preocupação do povo e dos governantes, que temem em não estimular as medidas de proteção individual, fazem com que isso seja o ambiente perfeito para dar combustível a essa pandemia.”

Segundo Sprinz, Porto Alegre tem hoje o maior número de pacientes hospitalizados e em UTIs desde o início da pandemia.

O infectologista alerta que a cidade pode repetir a crise vivida por Manaus.

“O que aconteceu em Manaus não serviu de exemplo. Parece que a gente não aprende com os erros dos outros. O que antecerá aqui servirá, infelizmente, como exemplo.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO