Papa diz que Brasil "enfrenta uma das provas mais difíceis de sua história"

Papa diz que Brasil “enfrenta uma das provas mais difíceis de sua história”
Reprodução/CNBB Oficial

O papa Francisco enviou um vídeo aos bispos católicos brasileiros dizendo que o Brasil “enfrenta uma das provas mais difíceis de sua história”, em razão do grave momento da pandemia.

Falando em “portunhol”, o pontífice afirmou que a Covid “não excluiu ninguém no seu rastro de sofrimento” e se solidarizou com as vítimas da doença no país.

Desejo, em primeiro lugar, manifestar a minha proximidade a todas as centenas de milhares de famílias que choram a perda de um ente querido. Jovens, idosos, pais e mães, médicos e voluntários, ministros sagrados, ricos e pobres: a pandemia não excluiu ninguém no seu rastro de sofrimento.”

Francisco tentou animar os bispos, que estão reunidos virtualmente em assembleia que ocorre todos os anos. O papa lembrou da Páscoa, celebrada no início deste mês.

O anúncio Pascal é um anúncio que renova a esperança nos nossos corações: não podemos dar-nos por vencidos! Como cantamos na sequência do Domingo de Páscoa: ‘Duelam forte e mais forte: é a vida que enfrenta a morte. O Rei da vida, cativo, é morto, mas reina vivo!’ Sim queridos irmãos, o mais forte está ao nosso lado! Cristo venceu! Venceu a morte! Renovemos a esperança de que a vida vencerá!”

O chefe da Igreja Católica disse também que “a nossa fé em Cristo Ressuscitado nos mostra que podemos superar esse momento trágico” e que “nossa esperança nos dá coragem para nos reerguemos”.

“Não tenham medo de despojar-se. É possível superar a pandemia, é possível superar suas consequências.”

Antes de concluir, Francisco defendeu que o papel da Igreja no país, neste momento, é de “ser instrumento de reconciliação, ser instrumento de unidade”.

Assista:

Leia mais: O furo de reportagem de O Antagonista sobre a mansão comprada por Flávio Bolsonaro em Brasília é dissecado na edição desta semana da Crusoé
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO