ACESSE

Bolsonaro: "Moro, eu não quero que me blinde, mas você tem a missão de não deixar eu ser chantageado. Nunca tive sucesso para nada. É obrigação dele me defender"

Telegram

Na porta do Palácio da Alvorada, Jair Bolsonaro confessou que pediu a Sergio Moro para protegê-lo. “É obrigação dele me defender”, disse.

“O tempo todo vivendo sob tensão, possibilidade de busca e apreensão na casa de filhos meus, onde provas seriam plantadas. Levantei… graças a Deus tenho amigos policiais civis e militares no Rio de Janeiro… que estava sendo armado para cima de mim”.

“Moro, eu não quero que me blinde, mas você tem a missão de não deixar eu ser chantageado. Nunca tive sucesso para nada. É obrigação dele me defender. Não é me defender de corrupção, de dinheiro encontrado no exterior. Não, é defender o presidente para que possa trabalhar, possa ter paz”, disse.

Bolsonaro queria que Moro fosse o seu Márcio Thomaz Bastos, o ministro da Justiça que servia como advogado de defesa para Lula e que abusava da PF para salvar a pele do petista.

Veja:

Leia também: Crusoé: jornalismo de verdade não é para agradar aos poderosos

Comentários

  • Rafael -

    Alertem-no que ninguém é obrigado a fazer prova contra si, segundo a CF.

  • LUCELINO -

    Ministro da Justiça sem imiscuindo com policiais civis e militares para na base da amizade defender o Bolsonaro e seus filhos. É, o cara não bate bem da telha não.

  • JOSE -

    Aras vai arquivar tudo solenemente.

Ler 208 comentários