ACESSE

Vídeo: "Foi como um terremoto", conta professor sobre Beirute

Telegram

A explosão em Beirute foi ouvida a pelo menos 40 quilômetros de distância. É o que conta o professor Danny Zahreddine, que tem parentes no Líbano. “Foi como um terremoto”, declarou.

De acordo com o Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo (EMSC), a explosão foi sentida no Chipre, a 250 quilômetros de Beirute.

Zahreddine, do departamento de Relações Internacionais da PUC Minas, é doutor em Geografia e líder do Grupo de Pesquisa em Oriente Médio e Magreb da universidade.

Em entrevista a O Antagonista, ele descreve a região portuária de Beirute e sua importância, e esclarece as várias crises pelas quais o Líbano vem passando, incluindo na economia e no fornecimento de serviços públicos.

Também cita um problema no Líbano muito conhecido dos brasileiros: a corrupção.

Assista:

Leia mais: Por que NÃO aceitamos publicidade de governos e estatais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 4 comentários