Vídeo: novo chefe da Lava Jato defende Deltan às vésperas de julgamento

O novo coordenador da Lava Jato em Curitiba, Alessandro Oliveira, convocou neste domingo membros do Ministério Público e apoiadores da força-tarefa a acompanharem a sessão do CNMP que pode punir Deltan Dallagnol na próxima terça.

O caso, como publicamos, havia sido paralisado por uma decisão liminar o ministro Celso de Mello, mas acabou retomado por ordem de Gilmar Mendes.

“O caso não envolve a atuação do procurador em processos da Lava Jato. O pedido é para que Deltan seja punido pelo CNMP por manifestações realizadas em redes sociais, a exemplo de postagem em que ele se posicionou a favor do voto aberto para a escolha do Presidente do Senado. Essas manifestações de Deltan, como outras feitas, são em defesa da causa anticorrupção, em defesa da sociedade. A alegação de que isso seria uma falta funcional já foi apresentada à Corregedoria do Ministério Público Federal, analisada e rechaçada”, disse Alessandro em vídeo divulgado hoje.

“Independentemente do resultado da sessão do CNMP na próxima terça-feira, seguimos acreditando que todos os membros do MP jamais desanimarão da virtude ou terão vergonha da honestidade.”

Na mesma gravação, o procurador Roberson Pozzobon afirma que o caso envolve “outra questão maior em jogo, que diz respeito à manutenção ou não da liberdade de expressão pelos membros do Ministério Público”.

Clique abaixo para assistir ao vídeo:

Leia mais: O TROFÉU DOS INIMIGOS DA LAVA JATO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 91 comentários
TOPO