ACESSE

Winter expõe criança estuprada e grupo tenta invadir hospital onde será feito aborto

Telegram

A militante bolsonarista Sara Winter divulgou neste domingo em suas redes sociais o nome de uma menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada pelo tio e o endereço do hospital onde a criança está internada.

A Justiça havia autorizado o aborto ontem. Mas como o procedimento foi negado por um hospital do Espírito Santo, onde ela mora, a menina viajou para outro estado acompanhada de uma assistente social e um parente. O local era mantido em sigilo até então.

Em sua postagem, Winter ainda pediu que seus seguidores fossem ao hospital e “colocassem os joelhos no chão”.

Um grupo de manifestantes que se dizem cristãos foi para a frente do hospital no qual a menina fará o aborto. Em vídeo que circula nas redes, o médico responsável pelo procedimento foi recebido aos gritos de “assassino”.

Mais tarde, os manifestantes ainda tentaram invadir o hospital.

Clique abaixo para assistir aos vídeos:

Leia mais: CHEQUES DE QUEIROZ A MICHELLE BOLSONARO: O PRÓXIMO CAPÍTULO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 291 comentários